Você que possui o sonho de obter a sua casa própria, e sair do aluguel, saiba como se cadastrar no programa minha casa, minha vida 2013

 

casa Como se Cadastrar no Programa Minha Casa, Minha Vida 2013

Várias famílias brasileiras possuem o grande sonho de comprar um imóvel próprio. Mas, esse sonhos muitas das vezes não é realizado, pois estas famílias não possuem condições financeiras de encarar a maioria dos financiamentos imobiliários dos bancos. Sendo assim, o governo lançou o programa Minha Casa, Minha Vida, onde tem como objetivo facilitar a aquisição de casas e garantir uma moradia digna a muitos brasileiros.

Programa Minha Casa, Minha Vida 2013

Em Março de 2009 foi lançado o programa minha casa, minha vida. Lula apostou muito neste lançamento como diferencial em suas campanhas. Foram investidos cerca de R$ 34 bilhões de reais na entrega das primeiras moradias, que chegou em 1 milhão de moradias.

Em 2011 iniciou-se uma segunda fase do programa, onde teve-se uma meta de construir 2 milhões de moradias no país todo até 2014. E por isto novas diretrizes foram elaboradas para este novo projeto.

O programa tem como objetivo atender famílias com renda bruta de até R$ 5.000,00. Há também descontos e subsídios para os contemplados. Já os valores dos financiamentos dos imóveis variam de acordo com a cidade. E se a renda da família for de até R$ 5.000,00 poderá financiar imóveis de R$ 90 a R$ 190 mil reais.

Como se Cadastrar no Programa Minha Casa, Minha Vida 2013

A primeira coisa que deve ser feita para se inscrever no programa é saber se sua cidade é aderente a esta iniciativa. Depois deve ser escolhido um imóvel de acordo com a faixa de preço, sempre contando com a ajuda das construtoras.

casa1 1024x681 Como se Cadastrar no Programa Minha Casa, Minha Vida 2013

Para realizar o cadastro no Programa Minha Casa, Minha Vida 2013 é necessário apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de renda e de residência. Não é necessária carteira assinada, podendo provar de outros meios o trabalho informal.

Famílias que possuem uma renda de até R$ 1.600,00 por mês, residindo num município com mais de 50 mil habitantes, podem procurar a prefeitura e realizar a inscrição. Depois são informados sobre as datas de sorteios. Outras formas de inscrição são pelas cooperativas, associações e entidades sem fins lucrativos, no entanto, precisam ser habilitadas pelo Ministério das Cidades.

Famílias com renda bruta de até R$ 5.000,00 devem ir até um correspondente imobiliário da Caixa para realizar a inscrição. O crédito é disponibilizado para aquisição de imóvel novo ou na planta, e também, para construção.

Gostou deste artigo? Atendeu as suas necessidades? Deixe o seu comentário!

Volte sempre no www.NovidadesNet.com.br